Terça, 25 Outubro 2016

De mala e cuia: paranaense projeta o próprio mini trailer

Postado em Adaptações e mecânica

De mala e cuia: paranaense projeta o próprio mini trailer

Diego Novack sabe que viajar faz bem ao espírito. O sonho dele é fazer uma grande expedição de carro ou moto. De preferência com muita aventura e fugindo do lugar comum, sem se preocupar muito com hospedagem. Aos 27 anos, cursando o sexto período de Engenharia Mecânica, o paranaense de Nova Aurora (pertinho de Cascavel) está projetando o próprio mini trailer para sair por aí, dar uma voltinha pelo Brasil e quem sabe pela América do Sul, pois já reside tão pertinho da fronteira com a Argentina. Claro, bem acompanhado da namorada, a futura engenheira elétrica Tainara Mazorana, 20 anos.

Novack, que trabalha com mecânica há dez anos, estima investir algo em torno de R$12 mil para construir e equipar o mini trailer. Ele já comprou algumas peças, como as janelas. “Sempre gostei de viajar, apesar de ainda não ter feito expedições. Mas quero viajar do meu jeito e de uma forma mais barata. Vou investir R$12 mil, mas vou economizar depois com hospedagem. Fica mais barato e mais divertido”, conta ao Expedição 4x4.

Para ele, o mini trailer também será útil para acompanhar o esporte preferido, o Street Luge Downhill (aquele em que o cidadão desce ladeiras deitado numa espécie de skate que parece uma prancha). “Os campeonatos são sempre longe. Por isso queria comprar um trailer, mas a situação financeira nunca ajudava. Aí comecei a projetar com base em sites americanos e alguns brasileiros. Percebi que se gasta menos construindo do que se fosse comprar um novo”.

3

Novack chegou a estudar alguns projetos prontos, mas preferiu fazer o próprio, reforçado, já prevendo a superação de terrenos off road. O programa utilizado para montar o projeto pessoal foi o Sketchup, que é da área de arquitetura e pode ser baixado gratuitamente. Algumas dúvidas relacionadas a cálculos e estruturas Novack tirou com os professores do curso de Engenharia Mecânica.

Características - O mini trailer terá 2,50 metros de comprimento, 1,50 de largura e 1,35 de altura. Será construído de compensado naval com isolamento térmico entre as paredes e revestido, na parte externa, de alumínio composto. Os moveis também serão de compensado naval. O mini trailer vai ter uma bateria para alimentar um conversor de energia para utensílios de 110 e 12 volts, como lâmpadas e climatizador (tipo os usados em cima da cabine de um caminhão). Essa bateria será carregada através do alternador do carro ou de forma externa, em uma tomada, por exemplo.

A água vai ficar armazenada abaixo do mini trailer (45 litros) e poderá ser utilizada com o auxílio de uma bomba elétrica. Haverá ainda colchão, televisão 17 polegadas, guarda-roupa, um fogão a gás e frigobar de 40 litros. A cozinha terá também um armário. “Tudo isso sustentado por amortecedores a gás e parachoque retrátil para aumentar o ângulo de saída em alguns terrenos”, ressalta Novack, acrescentando que, na parte da frente do mini trailer, haverá um baú onde ficará o conversor de energia e a bateria.

novackNovack ao lado da namorada e futura esposa

Novack já comprou as janelas e a porta sob medida de uma empresa do Rio Grande do Sul que vende esse tipo de equipamento para ônibus. “Eu ainda estou terminando de comprar as peças que serão utilizadas, melhorando alguns detalhes, verificando quanto à documentação, principalmente a questão da carretinha. Se tudo der certo, penso até em fabricar para vender”, revela. Certamente expedicionários interessados não irão faltar!

Mercado

Instagram