Quinta, 20 Outubro 2016

Expedição 4x4 vai ao Jalapão e Chapada das Mesas

Postado em Na Trilha

O Expedição 4x4 começa a contar, a partir desta semana, todos os detalhes sobre a expedição Paraísos do Norte, que foi até o Jalapão, em Tocantins, e Chapada das Mesas, no Maranhão. Foram exatos 15 dias de muita aventura e paisagens exuberantes. Os expedicionários Leão Lobo (Alexandre Reis, editor deste site e do Boletim 4x4) e Gringo (Luis Visedo) vão detalhar como foi a viagem e dar dicas para quem ainda não teve a oportunidade de conhecer os dois destinos que são ideais para a prática do turismo feito em 4x4. Clicando no link "Expedições", na parte superior do site, você já pode conferir o roteiro da viagem.

No total, foram pouco mais de 4.500 quilômetros rodados, saindo de Salvador com destino a Barreiras (Bahia), Mateiros, São Félix, Ponte Alta, Palmas (todas cidades do Tocantins), Carolina (Maranhão), Floriano (Piauí), Petrolina (Pernambuco) e retorno à capital baiana. Leão Lobo fez a primeira expedição com uma Sw4 ano 2001 e Gringo pilotou a sua Tracker 2008. As duas viaturas se comportaram bem, apesar de alguns percalços que também serão relatados e que exigiram um pouco de paciência dos expedicionários.

Além disso, a dupla enfrentou problema de falta de combustível no Jalapão (gasolina e diesel) e teve que fazer uma mudança no roteiro inicial, diminuindo em um dia a expedição ao paraíso do Tocantins, deixando de conhecer duas cachoeiras em Ponte Alta. Aliás, por falar em cachoeiras, a viagem teve tanta água (de tomar banho) que Leão Lobo até hoje sofre tomando medicamentos para combater uma infecção em um dos ouvidos. A culpa também é dos fervedouros de Mateiros e São Félix do Tocantins.

Apesar do Jalapão ser bruto, com estradas repletas de costelas de dinossauro (isso, de dinossauro, e não de vaca) e pouca ou quase nenhuma infraestrutura turística (o que para alguns é fantástico, até porque ajuda a preservar tanta riqueza natural, e para outros pode ser cansativo), foi na Chapada das Mesas (que oferece de uma forma geral mais conforto aos visitantes) que as viaturas precisaram usar mais a tração nas quatro rodas e a reduzida. Como havia chovido um pouco no Jalapão antes da chegada dos expedicionários, as estradas, que costumam ficar com muita areia nos períodos de seca, estavam favoráveis ao 4x2. Entretanto, vale lembrar que em muitos trechos ter um carro mais alto é fundamental para superar o acesso a alguns atrativos ou mesmo a estrada principal entre uma cidade e outra.

Os paraísos são muitos, e as surpresas incríveis. A Cachoeira das Formigas, em Mateiros, Jalapão, é simplesmente fantástica, com sua água verde e limpa. No Parque Nacional da Chapada das Mesas, tomar banho no Rio Farinha tendo ao lado a força da Cachoeira de São Romão, onde acontece a desova das andorinhas, é algo singular. Os fervedouros de Mateiros e São Félix são um convite a qualquer um virar criança novamente, pois não tem como você afundar. O Santuário da Pedra Caída, na Chapada das Mesas, é uma experiência para o corpo e para a alma.

Tudo isso e muito mais serárelatado aqui no Expedição 4x4 em capítulos a partir desta semana, com muitas fotos e vídeos. Fique ligado!

Mercado

Instagram